Como estruturar corretamente meu TI?


“Será que o meu TI é realmente bem-estruturado e atualizado?” Se você, alguma vez, já se fez essa pergunta, então provavelmente existem brechas e falhas no departamento de Tecnologia da Informação da sua empresa que precisam ser corrigidas.

Independentemente do porte da sua empresa, ter um setor de tecnologia que atenda às demandas e utilize bons sistemas computacionais de gerenciamento de dados é vital para o sucesso do negócio.

Pensando nisso, elaboramos este artigo com algumas dicas de como garantir que seu TI tenha uma boa infraestrutura, priorizando a organização e a automatização de processos.

Vamos lá?

Por que ter uma boa estrutura de TI é tão essencial para o sucesso da empresa?

Gerenciamento de dados

Muitas empresas têm acesso a informações confidenciais de funcionários e clientes, sendo extremamente importante que esses dados estejam devidamente protegidos e não corram o risco de “vazar”. O departamento de TI é o grande responsável por essa função, além de também ser incumbido de fazer o monitoramento do uso desses dados.

Monitoramento de sistemas

É o TI que cuida de toda a rede de computadores da empresa, bem como do sistema operacional. É ele o setor responsável por conferir se os colaboradores estão usando esse sistema da maneira correta, dentro dos padrões definidos pela gestão da empresa.

Resolução de problemas técnicos

E se um de seus funcionários estiver no meio de uma negociação importante com o cliente e o sistema cair, quem poderá salvá-lo? O suporte do departamento de TI, é claro!

Mas para que o colaborador não dependa somente da “astúcia” do analista de suporte, é preciso oferecer a ele as ferramentas necessárias para que sua função seja desempenhada com sucesso. A melhor maneira de fazer isso é estruturar um ambiente de trabalho organizado, com sistemas atualizados e integrados.

Proteção

Outra função extremamente importante do setor de Tecnologia da Informação de uma organização é a proteção contra ameaças virtuais, os temidos vírus. Hoje em dia, uma prática criminosa que tem tomado grande proporção é o chamado sequestro virtual (ransomware).

Funciona assim: os criminosos encontram brechas no sistema de segurança virtual da empresa, utilizam malwares para invadi-lo e, depois que conseguem, criptografam e se apoderam de arquivos importantes e exigem uma determinada quantia de dinheiro para que a empresa consiga reavê-los.

Uma equipe de TI bem treinada e organizada consegue, facilmente, evitar que a organização seja vítima desse crime.

Como estruturar um bom departamento de TI?

Para responder à pergunta da introdução “Será que o meu TI é bem-estruturado”?, convém explicarmos o que consiste uma infraestrutura de TI, já que muita gente tem dúvidas sobre isso.

Basicamente, ela engloba todo o conjunto de sistemas, equipamentos, hardwares, instalações e redes que são necessários para o funcionamento da seção tecnológica da empresa.

A partir desse conhecimento, é possível adotar algumas práticas para garantir que todos esses elementos sejam integrados e manipulados por uma equipe competente. Veja algumas dicas abaixo:

1. Mapeie as necessidades

A primeira dica é fazer uma inspeção minuciosa em todas as áreas do seu negócio, não somente no setor de TI, e definir quais são as necessidades dessas áreas no que concerne à tecnologia.

É necessário fazer isso em cada departamento, contando com o apoio de funcionários das mais diversas hierarquias e responsabilidades. Pode ser, por exemplo, que o setor de vendas precise de sistemas mais atualizados de armazenamento de informações de leads e clientes. Já o financeiro talvez necessite de softwares de gestão financeira com recursos mais eficientes.

Recolha feedback de representantes dos departamentos e depois produza um relatório com as melhorias que devem ser feitas.

2. Busque fornecedores confiáveis

Ao buscar por produtos e serviços de tecnologia, é importante se certificar de que esses fornecedores responderão de maneira eficiente quando problemas técnicos aparecerem, bem como se outros clientes estão satisfeitos com esses fornecedores e se os valores cobrados estão dentro da margem aceitável do mercado.

3. Desenvolva processos simples e intuitivos

O conceito de simples, aqui, não tem nada a ver com processos simplórios e sim descomplicados.

Imagine que, em um dia catastrófico, nenhum de seus colaboradores de TI apareça na empresa. Você conseguiria operar os sistemas ao menos para que a empresa possa funcionar naquele dia?

Se a resposta for negativa, então é preciso começar a adotar metodologias e práticas que sejam melhor padronizadas e o mais automatizadas possíveis.

4. Procure por empresas especializadas

Para que o seu setor de TI possa ter um diagnóstico confiável e uma intervenção eficiente, contratar uma empresa de consultoria de TI talvez seja a melhor opção, já que você poderá contar com serviços de melhoria nos processos organizacionais, ações estratégicas com a melhor relação de custo-benefício e soluções que se adequam perfeitamente às necessidades do seu negócio.

Gostou do conteúdo? Agora que você já sabe resposta da pergunta “Será que o meu TI é bem-estruturado”?, confira se a melhor solução para o seu negócio seja a terceirização desse setor!

 

 

Publicada em Blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *